às vezes você é muito velha pra dançar um funk
muito nova pra ficar em casa tricotando um câncer
é muito velha pra se declarar numa carta
muito nova pra ficar pensando tanto

eu ando atropelando

convido uns velhos pra mascar chicletes
no paraíso todos voltam a ter dentes
e reúno a mocidade pra tomar um chá
fingindo que ainda não vi o suficiente

angélica freitas

Comments

levitantes said…
texto bom demais!!
v. said…
ô,doce de fabi. há quanto tempo eu não vinha aqui (e em quase lugar algum).