6.22.2006

Na força

Por enquanto não posso
ver novela
no momento
e em branco
há teu rosto
numa tela

cavalete
na publicidade não se diz garanto
eu chupando

sorvete
o que mente
e o que salva
é que só há palavra
no poema






No comments: